• (des)envolvimento organizacional sistêmico

    +(im)pacto positivo

     

     

     

     

     

     

     

  • consciência e inteligência nas relações,

    sustentabilidade e inovação nos resultados

    A vida em sociedade acontece em rede. Pessoas e organizações estão simultaneamente ligadas a diversos atores sociais, interna e externamente, que influenciam, são influenciados, impactam e são impactados pelos pensamentos, sentimentos e ações de cada um desses elos. Acreditamos que pensar e trabalhar estrategicamente a essência e as relações de uma organização é um caminho estratégico para o desenvolvimento de pessoas, grupos, organizações e sistemas mais conscientes, coerentes, consistentes e competentes.

     

    A PARES atua na concepção estratégica e condução colaborativa de projetos, programas e jornadas de desenvolvimento humano e organizacional sistêmico, que permitem aos envolvidos a ampliação dos 7C's:

    • consciência como rede, comunidade de aprendizagem, de seus impactos, e de suas possibilidades,
    • competência, permitindo fazer transições e dar continuidade às mesmas com autonomia e liberdade,
    • confiança, essencial nas relações humanas, sobretudo para transição e inovação,
    • coerência, entre ações e intenções, entre propósito, comunicação e práticas,
    • consistência, no alcance de melhores práticas e resultados individuais e coletivos em médio e longo prazos,
    • compromisso, por meio da corresponsabilidade em relação a acordos e planos comuns, 
    • cuidado, com seus pares, internos e externos.

    A PARES é uma empresa de consultoria, assessoria e capacitação que, desde 2010, vem assessorando líderes e empreendedores em suas estratégias e processos de desenvolvimento organizacional, integrando perspectivas e ações de pares estratégicos internos e externos na construção de caminhos, soluções e impacto positivo. Nos diversos projetos realizados com empresas, grupos empresariais, institutos, federações e conselhos, a inteligência coletiva, de stakeholders internos e externos, é o principal insumo, adotando como foco os desafios estratégicos de gestão e de desenvolvimento organizacional, numa abordagem sistêmica, intersetorial, participativa e colaborativa.

     

    Processos participativos e colaborativos, alinhados a um olhar estratégico e sistêmico, segundo nossa experiência:

    • imprimem qualidade às relações internas e externas e à governança organizacional
    • catalisam criatividade e protagonismo
    • contribuem com o desenvolvimento de pessoas e organizações mais conscientes coerentes em relação ao seu propósito
    • geram confiança e interdependência, viabilizando a construção de redes e alianças entre áreas, unidades de negócio, organizações de uma mesma cadeia de valor e de diferentes setores
    • são escolhas estratégicas na transição para uma gestão mais empática, responsável e sustentável.

    Quais as questões essenciais e estratégicas para o

    desenvolvimento da sua organização?

    Com quem podem ser respondidas?

  •  

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

  • clientes

  • pares estratégicos

  • conhecimento + diálogo + estratégia

    a serviço da sua organização

     

    Conscientização + Inspiração Organizacional

    Palestras e oficinas em temas essenciais prioritários para o despertar de grupos e organizações, gerando oportunidades de colheitas preciosas para iniciar processos de transição.

     

    Programas de Desenvolvimento Compartilhado

    Laboratórios, jornadas e imersões, com foco em temas ou questões essenciais para o desenvolvimento humano e organizacional em rede. Temas, pessoas e organizações são pensados de forma estratégica para que os encontros catalisem desenvolvimento, inovação, sinergias, e a formação de novas alianças e redes.

     

    Soluções personalizadas em Inovação + Desenvolvimento Organizacional

    ( Consultoria + Assessoria )

    Partindo da identificação de questões essenciais de gestão e desenvolvimento de cada organização, desenhamos projetos e programas específicos para os desafios apresentados, acessando ferramentas próprias, respeitando sua maturidade em gestão, governança, abertura para inovação e contexto.

  • soluções estratégicas PARES Consultoria

    Para cada questão essencial de desenvolvimento organizacional,

    reunimos ferramentas, construindo soluções personalizadas.

    Soluções próprias, já desenvolvidas, nos níveis de Identidade e Relações:

  • ferramentas PARES

    Três núcleos de ferramentas próprias que acessamos 

    na construção de soluções estratégicas:

  • opinião

    "A PARES teve um papel fundamental nos ajudando a estruturar uma transformação completa de nosso principal projeto multiempresarial. Juntos, introduzimos conceitos, engajamos lideranças e colaboradores e iniciamos um processo de mudança cultural buscando maior sinergia entre as empresas de nosso Grupo e uma maior otimização do nosso maior capital, o humano."

     

    Hugo Lamberg

    Marketing Corporativo

    Grupo Águia

    Cocriação da Estratégia do Programa de Desenvolvimento e Inovação

    + Desenho e cofacilitação das oficinas + Palestras + Cofacilitação dos Meetings Anuais 2016 e 2017

    "Um dos principais desafios da grupo L’Oréal no mundo atualmente é a sustentabilidade como pilar estratégico de seu desenvolvimento. Por conta desta ambição, a empresa criou em 2014 o programa SBWA (Sharing Beauty With All) com metas nos planos ambiental e social, planejadas para se concretizarem até o ano de 2020. O programa está presente hoje em todas filiais da empresa no mundo, onde cada uma delas traz sua contribuição com iniciativas e projetos, acompanhados globalmente.
     

    Para contribuir com este importante programa, no ano de 2015 a filial brasileira, através de sua área de Compras, desenvolveu um programa inovador no mundo, altamente estratégico, visando o desenvolvimento sustentável de sua cadeia de fornecedores. O programa, batizado de 'Desenvolvimento Compartilhado L’Oréal Brasil', foi desenvolvido em parceira com a consultoria PARES e trouxe uma abordagem sistêmica e altamente colaborativa com estes fornecedores. Nele, não só os objetivos globais estão sendo desenvolvidos junto com eles quanto uma rede de conhecimento compartilhado foi criada e uniu os participantes em torno do tema na busca de soluções inovadoras.
     

    Este resultado não seria possível sem a intensa e precisa atuação da consultoria PARES que como um verdadeiro parceiro estratégico, foi capaz de desenvolver junto com a L’Oréal este case de sucesso. Seus profissionais altamente capacitados no tema, demostraram um real comprometimento com o projeto e deram um DNA a ele digno de reconhecimento global que nos orgulha muito de termos escolhido a PARES."​

     

    Aline Queiroz

    Diretora de Compras

    L'Oréal Brasil

    Diagnóstico + Estratégia + Desenho e facilitação das oficinas + Cocriação do Programa

    Programa de Desenvolvimento Compartilhado L'Oréal Brasil

    "Fiquei bastante impressionado com a metodologia do trabalho. As contribuições que trouxeram dos stakeholders foram fundamentais. Nesses três dias foi possível falar em sonhos, metas realizáveis, obstáculos, soluções, responsabilidades e o mais importante: os prazos.

    Foi possível falar da sustentabilidade do planeta e das nossas atividades comerciais, que não precisam ser conflitantes.

    A coordenação dos trabalhos da PARES foi um marco dentro da Dinaco.”

     

    Alexandre Kaplan

    Presidente

    Dinaco

    Planejamento Estratégico Participativo Sustentável

    "Dez anos de Reação e ainda não sabíamos tanta da coisa da gente! Quem somos, o que queremos ser, para onde ir... Perguntas fundamentais que nunca haviam tido a devida reflexão. Com a entrada da PARES em nossa história isso tudo mudou. Passamos a sonhar com objetividade e clareza para que nossas metas saíssem do campo das idéias e se tornassem realidade."​

     

    Flávio Canto

    fundador e Presidente

    Instituto Reação

    Planejamento Estratégico Participativo

    "Trabalhar com a PARES foi abrir novos horizontes aqui dentro do Instituto Compartilhar. Tínhamos várias ideias e caminhos, porém sem alinhamento e, principalmente, sem escutar os demais atores envolvidos. Assim, o processo do PEP nos ajudou a fazer um bom diagnóstico, a debater o que se queria, a estabelecer prioridade dentro de um plano de ação e a nos projetar para o futuro. Amadurecemos muito como entidade e como pessoas. Hoje estamos mais fortes e seguros dos caminhos a serem seguidos. E uma coisa que me chamou muito atenção foi que a PARES, além de ter excelentes profissionais, é formada por pessoas que gostam e entendem de gente, o maior bem de todos os processos."

     

    Luiz Fernando Nascimento

    Gerente Executivo​

    Instituto Compartilhar

    Planejamento Estratégico Participativo

     

    "Vivemos uma experiência inovadora que agregou valores extraordinários ao nosso grupo, permitindo uma compreensão uniforme sobre o que somos, o que fazemos, o que queremos e em especial como faremos.

    Essa base nos permitiu avançarmos em um ritmo inédito e fortalecer a união do grupo.''

     

    Pedro Werneck

    co-fundador e Presidente Executivo

    Instituto da Criança

     

     

    "Foi espetacular e muito produtivo. Sem a condução exemplar de vocês não teríamos um material tão bom para trabalhar os próximos dois anos."

     

    Carlos Werneck

    co-fundador e Vice-Presidente Voluntário

    Instituto da Criança

     

     

    Planejamento Estratégico Participativo

    “Acreditamos que o alinhamento dos valores das pessoas com os da organização é fundamental para uma atuação sustentável de sucesso.
    O trabalho realizado pela PARES acerca das percepções das lideranças da Zamboni sobre sustentabilidade foi de grande importância para a companhia, uma vez que nos possibilitou direcionar recursos, projetos e pessoas
    .”

     

     

    Paula Zamboni Rezende

    Acionista

    Grupo Zamboni

    Mapa Estratégico das Visões das Lideranças sobre Sustentabilidade |

    Construção Participativa da Política de Responsabilidade Socioambiental

    “Percebemos que muitas pessoas na nossa família tinham vontade de atuar no terceiro setor, mas não sabíamos por onde começar. Através de workshops pudemos alinhar nossas expectativas e após algumas discussões, decidimos criar o Instituto Baumgart. O planejamento foi muito importante para criarmos nossa missão, visão e valores."

     

     

     

    Karin e Otto Baumgart

    Acionistas

    Grupo Baumgart

    Oficinas de Desenvolvimento Organizacional

    "Tínhamos um grupo jovem, com muita vontade de trabalhar e progredir, mas enfrentando muitos problemas que insistiam em nos atrapalhar. Reunimos o grupo, alinhamos as idéias, listamos todos os nossos sonhos – inclusive os mais arrojados – listamos os vilões e pavimentamos o caminho para chegar lá. Hoje, 4 anos depois, vemos todos os objetivos alcançados e a estrada que percorremos. Valeu a pena!”

     

    Antonio Olavo Osborne

    Presidente

    Osborne Construtora

    Planejamento Estratégico Participativo

    “Um parceiro muito importante para a FETRANSPOR neste momento é a PARES. Gostei muito da forma como desenvolveram o conteúdo e o material, e aplicaram as oficinas."

     

    Marcia Vaz

    Gerente de Respons. Social

    FETRANSPOR

    Oficinas para empresas e sindicatos - Projeto Banco de Boas Práticas em RS | Planejamento do Programa Diálogo Jovem Sobre Mobilidade | Facilitação de encontros do Programa |

    Encontros de Assessoria Estratégica | Assessoria a Planejamento Estratégico

    “... quando começamos o projeto, a intenção era conhecer um pouco mais as comunidades [...] E na verdade hoje eu posso afirmar [...] que esse projeto acabou se tornando o mais importante da área, porque na verdade ele que gera todo o insumo para trabalharmos. [...] Isso não é valor só para vocês [as comunidades] é valor para a empresa também.”

     

     

     

    Viviane Barros

    Comunicação Interna e Responsabilidade Social

    Metrô Rio

    Planejamento e Desenvolvimento da Rede Comunitária Metrô Rio

    "O Planejamento Estratégico Participativo foi um momento marcante na história da Strenna, onde tivemos uma excelente oportunidade de reunir a equipe, identificar oportunidades e desenhar ações para o futuro da agência. Com resultados extremamente satisfatórios, estamos comprometidos em seguir tudo que foi traçado, buscando um crescimento constante."

     

    Marco Antonio Menezes

    Presidente​

    Strenna Comunicação

    Planejamento Estratégico Participativo

  • desenvolvimento em rede:

    nossa solução e nossa cultura

    O cuidado com as relações, o prisma de desenvolvimento e de atuação em rede estão presentes nos projetos, programas, e na forma que a PARES se organiza. Reconhecemos que pessoas, quando integram diferentes times e redes, podem constantemente ampliar seus repertórios, ferramentas e experiências, e gerar soluções

    ainda mais atuais, inovadoras e diferenciadas.

     

    Compomos os times dos projetos combinando, de forma estratégica, diferentes saberes, como ingredientes essenciais e especiais para o conhecimento e soluções que queremos gerar em resposta à demanda apresentada.

     

    De forma criteriosa e estratégica, reunimos, a cada projeto ou programa, competências complementares, considerando grau de experiência, especialização nos desafios diagnosticados, e agenda.

     

    Acreditamos que atuar em rede, nos reunindo por propósitos comuns e nos associando por projeto, é também a melhor forma de nos desenvolvermos: a PARES como negócio, e cada um, profissional e pessoalmente.

     

    Alda Marina Campos

     

    Mestre em Administração de Empresas pela PUC-Rio, com ênfase em

    Estratégia em Alianças e Redes. Por quase 9 anos trabalhou em grandes empresas, em 2005 migrou

    para o terceiro setor como Diretora Executiva no Instituto da Criança, liderando iniciativas de gestão participativa e intersetorial que inspiraram a criação da PARES em 2010. Desde então atua como empreendedora, palestrante e consultora em estratégia e desenvolvimento organizacional sistêmico, fortalecendo processos de desenvolvimento de pessoas e organizações. Como professora, ministra disciplinas de pós-graduação nos temas Estratégia em Alianças e Redes, Ética Corporativa, Responsabilidade Socioambiental Corporativa, Desenvolvimento Sustentável e Terceiro Setor na PUC-Rio e IGEC/FACHA. Como caminho de autoconhecimento e especialização, desde 2012 fez formações diversas em liderança, desenvolvimento humano e organizacional, Antroposofia, inovação social e facilitação (Art of Hosting, Programa Germinar pelo Instituto EcoSocial, Aprofundamento Espiritual para Líderes e Consultores Internos pela ADIGO e Capacity Building em Teoria U). É Sócia-Fundadora e Diretora da PARES e co-líder do Instituto PARES desde 2010. Por acreditar na relevância das redes como caminho de desenvolvimento, simultaneamente atua como Conselheira do Sistema B no RJ , Co-embaixadora da League of Intrapreneurs no Brasil e integra a Responsible Leaders Network da Fundação BMW.

    Cristiane Fornazier

    Educadora com Especialização em Gestão da Qualidade, Especialização e Mestrado em Educação. Trabalhou de 1995 a 2001 com Tecnologias de Informação e Comunicação em Processos Educacionais no segundo setor (Colégio Nacional e Centro Educacional Charles Darwin no ES e HD Informática no PA) e de 2002 a 2008 no terceiro setor como Coordenadora Pedagógica (CDI).

    Raphael Rodrigues

    Administrador de empresas pela PUC-Rio, com MBA em e-business pela FGV-Rio e especialização em responsabilidade social empresarial pela ESPM-SP. Consultor e facilitador, especializado em processos de desenvolvimento organizacional e humano, sustentabilidade, responsabilidade corporativa e ética. Mineiroca e músico nas horas vagas, foi atleta de natação e remo, onde conquistou vários campeonatos cariocas e brasileiros. Eterno curioso, leva a vida com muita leveza, alegria e obstinação por auxiliar as organizações e as pessoas na conexão com seu propósito. Tem 20 anos de experiência, com trabalhos no Brasil e no exterior, tendo atuado em organizações como AIESEC, Ceras Johnson, HSBC, AMCE Negócios Sustentáveis, SESI Santa Catarina e CEBDS, como consultor e em funções executivas. Em 2012 fundou a Pharrel Consultoria e é um dos criadores e facilitadores do Programa Emerge. Formado pela ADIGO no programa de formação de líderes facilitadores e consultores internos e no aprofundamento espiritual para consultores.

     

    Augusto Gutierrez

    Biólogo formado pela Universidade Estadual de Londrina (UEL) e facilitador formado pelo Programa Artistas do Invisível, do Instituto Fonte e pelo Programa Germinar, do Instituto Ecosocial. Empreendedor em rede e facilitador de processos de diálogo e cocriação. Há 8 anos atua profissionalmente com desenvolvimento humano, aprendizagem, inovação organizacional e espaços colaborativos. Busca criar espaços de escuta difundir ferramentas de diálogo e cocriação para apoiar organizações sociais, empreendedores, corporações e órgãos do governo. É membro da rede Art of Hosting (global). Ganhador do Prêmio “Personalidade do ano em Sustentabilidade - 2013” pela ABTD/PR e do “Social Innovation Leadership Award - 2014” pelo World Corporate Social Responsability Congress da Índia.

    Sheila Monteiro

    Formada em Direito pela UFRJ, com LL.M. em Direito Corporativo e MBA em Gestão de Negócios pelo IBMEC/RJ. Atuou no direito empresarial por 10 anos, em empresas como Bradesco Seguros e Liderbrás.Formada em Liderança para o Desenvolvimento Humano e Organizacional pelo Programa Germinar, do Instituto EcoSocial e MBE em Responsabilidade Social e Terceiro Setor pelo Instituto de Economia da UFRJ. Desde 2010 atua no planejamento e gestão de projetos e organizações.

    Mariana Brunelli

    Mestre em Administração de Empresas com ênfase em alianças e redes estratégicas pelo IAG/PUC-Rio e Publicitária pela ECO/UFRJ. Facilitadora formada pelo programa Germinar do Instituto EcoSocial. Foi integrante do Núcleo de Estudos em Organizações e Sustentabilidade (NEOS) e do Núcleo de Ética e Realidade Atual (ERA), ambos da PUC-Rio, entre 2011 e 2014, tendo publicado diversos artigos em periódicos acadêmicos, capítulos de livros e no site ERA. Professora de Ética e Responsabilidade Social no MBA de Direito de Empresas da PUC-Rio. Atua como consultora, pesquisadora e docente nos temas relacionados ao desenvolvimento sustentável, empreendedorismo sustentável, redes e alianças estratégicas, responsabilidade social empresarial, cadeias de valor e fornecimento sustentáveis e ética nas organizações. Mais de 15 anos de experiência nas áreas de Marketing, Comunicação e Responsabilidade Social em empresas de diferentes setores, portes e nacionalidades, como Novartis, OI, blah!/TIM e FIRJAN.

    Eduardo Abraços Bluhm

    Administrador de Empresas e Mestre em Proteção Ambiental pela Universidade de Ciências Aplicadas de Nürtingen, Alemanha. Tem ampla experiência em cooperação internacional em desenvolvimento, sistemas de certificação social, auditorias e consultorias em cadeias produtivas e comércio internacional com foco na incorporação de critérios socioambientais. Consultor reconhecido como especialista em certificação para o sistema de Comércio Justo Internacional e engajamento de stakeholders com vivência de campo e capacidade de comunicação intercultural. Possui mais de oito anos de experiência em auditorias sociais como auditor líder e treinador em diversos sistemas como o Comércio Justo Internacional, SA8000, FSC, ISCC e ISO9000. Atuou de 2004 a 2011 na Fairtrade International, em sua última posição como gerente mundial de estratégia de desenvolvimento para produtos da fruticultura e criação de critérios de certificação, sendo responsável também por ações e fortalecimento das relações com sindicatos de trabalhadores agrícolas na América Latina.

    Corina Contreiras Stallbohm

    Psicóloga, graduada pela PUC/RS, pós-graduada em RH pela FGV-Rio. Sua história profissional, de 1974 a 2005, esteve ligada ao desenvolvimento de pessoas em grandes organizações. Trabalhou na Incocesa S/A, pertencente ao Grupo Cecrisa, em Tubarão S/C, na CEEE - Companhia Estadual de Energia Elétrica, em Porto Alegre/RS coordenando o Gabinete Psicotécnico e atividades estruturantes, e na Aracruz Celulose, no Rio de Janeiro, em seleção e na introdução do conceito do compartilhamento de responsabilidades dos gestores com o processo seletivo e o desenvolvimento de suas equipes. Na FGV/RJ chefiou RH, com destaque ao desenvolvimento de um sistema de Avaliação de Desempenho.

    No Itaú, participou do processo de integração dos funcionários do BANERJ à nova cultura e, posteriormente, integrou a equipe da Superintendência de Qualidade no Atendimento. Entre 2006 a 2010 chefiou a área administrativa do FUNBIO – Fundo Brasileiro para a Biodiversidade.

    Eduardo Freire

    Gestor Ambiental pelo CEFET/RJ, e especialista em Gestão da Sustentabilidade, Economia e Responsabilidade Socioambiental pelo Instituto de Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Experto no planejamento, elaboração, execução, monitoramento e avaliação de programas e projetos de educação e comunicação social no campo de socioeconomia. Sólida vivência em implementação de programas de educação ambiental e comunicação para a responsabilidade social, ambiental e empresarial. Experiência profissional no desenvolvimento de diagnósticos socioambientais, caracterização socioeconômica, estudos de impacto ambiental, utilização de instrumentos para avaliação risco/oportunidade, levantamento e análise de indicadores de sustentabilidade e elaboração de relatórios anuais. Atuação em caracterização de cenários e desenvolvimento de estratégias de atuação corporativa sob os aspectos social, ambiental, econômico e cultural.

    Henrique Pistilli

    Administrador de empresas pela UFRJ, com formação de líderes facilitadores e aprofundamento para consultores da Adigo. Tem formação diversificada em antroposofia e goetheanismo. Atua como sea coach, consultor, palestrante, atleta e apresentador de TV. Atuou como consultor no Instituto EcoSocial durante 11 anos. Possui 18 anos de experiência como facilitador, iniciando sua carreira na AIESEC aos 17 anos. Atua como personagem principal da série de TV “Homem Peixe” - Canal OFF, sendo co-criador do conceito e roteiro do programa, além de assessorar a direção geral da produtora Soul Filmes.

    Florencia Estrade

    Empreendedora e estrategista com MBA da University of California at Berkeley e forte experiência em negócios tendo trabalhado na McKinsey Brasil e USA, ABN AMRO Uruguay e ECG USA. Apaixonada por transformação de pessoas e de negócios, tem como seu próposito ajudar pessoas em organizações a inovar com impacto. É Diretora Global da League of Intrapreneurs, rede que busca destravar o potencial intraempreendedor dentro das organizações e foi fundadora da Cria Global, consultoria focada em inovação e valor compartilhado. Está envolvida ativamente no universo de negócios com impacto tendo sido mentora de empreendedores sociais da Ashoka, trabalhado no CDI, fundado a Pipa (aceleradora de start-ups de impacto), e contribuído ativamente para movimentos como Sistema B.

    Tomás de Lara

    Administrador de empresas com master em comunicação digital, especialista em economia colaborativa e sustentável. Empreendedor social, tecelão de redes por vocação, e consultor de negócios conscientes, Tomás é co-líder do Sistema B Brasil (movimento de Empresas B), co-fundador da Goma, ecossistema colaborativo de empreendedores sociais e dos Hubs de Global Shapers de Porto Alegre e Rio de Janeiro. Atua como Conselheiro do Instituto Coca-Cola Brasil, da SNCI (Iniciativa Nacional da Indústria Criativa da Arábia Saudita) e como professor em cursos de inovação social no Brasil e outros países. No início de 2013 foi convidado ao encontro anual do Fórum Econômico Mundial em Davos, Suiça, para falar sobre tecnologias para inovação social e financiamento coletivo. Recentemente tem focado seu trabalho e estudos na catálise de novas organizações que fomentam uma economia centrada no humano e na natureza, e na mudança de um pensamento EGOcêntrico e competitivo, para um pensamento ECOcêntrico e colaborativo.

    Daniela Redondo

    Administradora de empresas com MBA Executivo pela Coppead-UFRJ e MBA Estratégias para Sustentabilidade da FGV-SP (em andamento), pós-graduada em Gestão de Pequenas e Médias Empresas pela FGV e em Liderança e Competências de Gestão pela Universidade de Colorado, EUA. Recentemente concluiu a formação de Design para Sustentabilidade pela Gaia Education em Findhorn na Escócia e formação de facilitadores pelo Gaia Education no Brasil. Acredita no poder de transformação positiva e de alto impacto dos indivíduos, instituições e sistemas complexos. Empreendedora, também foi Diretora Executiva do Instituto Coca-Cola Brasil, especializada em impacto positivo de larga escala através modelos e estratégias de alinhamento com negócio.

    Paula Quintas

    Pós-graduanda em Sociologia e Antropologia Urbana pela UERJ, possui master em Gestão Estratégica de Design com ênfase em Sustentabilidade pela Universidad de Buenos Aires e é especialista em Coolhunting pelo IED Barcelona. Formada em Comunicação Social, há quase 15 anos trabalha na estratégia e gestão de design, comunicação e marca para clientes como BMW Foundation, Laghetto Hotéis, Gerdau, Abbott, entre outros. Professora e palestrante em diversas universidades do país, escreve para veículos regionais sobre tendências, design e negócios. Foi sócia-fundadora da Bergamota Essência de Marca, na qual introduziu o conceito do coolhunting ao universo do branding, analisando movimentos comportamentais e de mercado para o discurso empresarial. No Catalejos, gerencia pesquisa, planejamento e criação em design para marcas e projetos nacionais e internacionais.

    Pablo Handl

    Estudou administração de empresas, pedagogia teatral e mediação de conflitos e trabalhou na Áustria, Índia e Holanda onde atuou como estrategista e facilitador de processos de mudança. Foi diretor da AIESEC Internacional, responsável pelo planejamento estratégico e gestão de mudanças da organização global em 2003. Desenvolveu conferências e treinamentos ligados a desenvolvimento de lideranças e empreendedores em mais de 20 países. Em 2007 fundou o Impact no Brasil iniciando em São Paulo que já atua em 8 cidades estratégicas de Manaus a Florianópolis. Atualmente é chairman do conselho e cuida da nova fase de crescimento da empresa. Em 2015-2016 foi responsável pela estratégia de expansão do Impact Hub Global e entrada no mercado na China. Cofundou a VOA, uma empresa que investe em pessoas, projetos e negócios que estão prototipando o futuro dos negócios e novas relações de trabalho. Atua como consultor e palestrante sobre inovação, redes e tendências atuando em organizações como União Europeia, Natura, Airbus, BASF e Greenpeace.

  • em rede, nas redes

    Para acompanhar as atividades da PARES, visite:

    Facebook

    Twitter

  • vamos dialogar?

    contato@pares.etc.br

    NEX | Ladeira da Glória, 26
    Rio de Janeiro – 22211-120

    + 55 (21) 98496-3077

  • gerando e compartilhando conhecimento

    Contribuindo com o desenvolvimento sustentável das organizações.

    O Instituto PARES é uma organização sem fins lucrativos, fundada em 2010, no Rio de Janeiro, com a missão de gerar e compartilhar conhecimento e soluções intersetoriais contribuindo com o desenvolvimento sustentável das organizações.

     

    Foi concebido, no mesmo ano de fundação da PARES, como uma resposta a lacunas consideráveis, que havíamos identificado, de diálogo e troca de conhecimento entre empresas, organizações da sociedade civil e esferas governamentais. Entendíamos que a geração de conhecimento e de conexões seria um caminho possível de apoio mútuo ao desenvolvimento sustentável das organizações dos três setores. A visão do Instituto é se tornar um dos elos de uma ampla rede formada por organizações dos três setores, que contribui com o desenvolvimento sustentável das organizações por meio do diálogo e troca de conhecimento.

     

    O IP iniciou suas atividades contando exclusivamente com trabalho voluntário dentro da rede da PARES, e assim se mantém até hoje. De 2010 a 2014, o IP teve o direito de uso do Solar das Palmeiras, uma linda casa bicentenária em Botafogo, no Rio de Janeiro. Naquele espaço, cedido gratuitamente, emergiu um laboratório social, com ideias e iniciativas de centenas de atores sociais, de diferentes setores que se multiplicaram em outras iniciativas pela cidade. Saiba mais na página no Facebook.

     

    A partir de 2015, quando tivemos que entregar o Solar das Palmeiras, o IP passou a trabalhar com um tema-chave por ano, concretizado por meio de uma publicação, construída de forma colaborativa, e diálogos disseminando esse conhecimento em diferentes redes:

     

    - 2015

    Empreendedorismo e Formalização: Guia Prático do Empreendedor

    Parceria com FGV Direito Rio.

    (material disponível gratuitamente online)

     

    - 2016

     Colaborativa 2016 |Colaboração + Desenvolvimento + Inovação Social: práticas e casos

    Lançamento em rede no ColaborAmerica.

    (material disponível gratuitamente online)

     

    - 2017

     Compras Sustentáveis & Desenvolvimento Compartilhado

    (em construção)

     

    Para sugestões, ideias que possam contribuir com a missão do IP, nos escrevam via formulário do site.